Una intención estética con la Palabra

Blog creado por Alberto Peyrano
© 2010, Buenos Aires (Argentina)


martes, 31 de agosto de 2010

Ligia Tomarchio (Brasil)


DESPEDIDA SIN ABRAZOS

Herida en las entrañas,
insignificante, me recogí.
Escondidas, la lágrimas brotaban...
aun con el fétido aroma
de las heridas expuestas.

Traicionada,
en lamentos profanos
disculpas no esperé.

De la luna,
compañera de tantos tormentos,
aliento recibí,
retrocediendo me acosté.

Magullada,
contrita permanecía
conciente de las convicciones adquiridas.
Preocupados rayos de sol
rozaron mi rostro y recé.

Me indagué
porsternada junto al mar
mi mirada imantada por el sol
irguióse en súplica...

El corazón partido no disculpa
ni atenúa la culpa
de quien, partiendo,
su abrazo ha negado.

Me entregue yo a las aguas gélidas
así como mi cuerpo está.
En mi último e indoloro suspiro
susurro tu nombre...

© Ligia Tormarchio

Versión en castellano: © Alberto Peyrano
.

14 comentarios:

Ligi@Tomarchio® dijo...

Olá querido amigo Betinho!
Agradeço o carinho da tradução e publicação de meu poema no seu lindo Blog junto a tantos amigos e poetas que tanto admiro.
É uma grande horan estar aqui.
Beijnhos mil!!!
Ligi@Tomarchio®

Rutinha dijo...

Querida Ligia, Parabéns pelo lindo presente.Despedida sem Abraço é um lindo poema,AGORA ADOÇADO com o Carinho de Alberto Peyrano está um verdadeiro showwwwwwwww.
Beijos suas lindas Almas com Carinho. Rutinha

Anónimo dijo...

Querida Amiga Lígia Tomarchio
Excelente poema
Parabéns por mais este teu trabalho a que o Amigo Alberto Peyrano na sua sensibilidade poética não ficou indiferente... é como um prémio bem merecido por aqueles que estão atentos à Tua Poesia e sobretudo à Tua Alma Benfazeja...
Recebe um beijo e um abraço para Alberto Peyrano... muitos parabéns também pelo Blog bem conseguido como é hábito Dele
Rui Pais

Anónimo dijo...

Meus aplausos Lígia querida!
Belos versos, amigo.

Parabéns Pela MANEIRA talento e cabelo como aproveitou linda SUA Inspiração .

Um abraço amigo da semper
Irani Gennaro .

Ana MariaZacagnino dijo...

Hermoso poema Ligia
Felicitaciones amiga!!!
Beijos
Ana María

Nádya Portela Duarte de Carvalho dijo...

Muito lindo.

Márcia Sanchez Luz dijo...

Parabéns, querida! Sua poesia é linda, não importa em que língua esteja ;-)

Beijos

Márcia

Astir*Carr dijo...

Belíssimo poema! Meus aplausos a você Ligia querida e ao mano Betinho que tão maravilhosamente traduziu para o seu idioma.Beijos ternos e saudosos, Astir

Vyrena dijo...

Querida Lígia.
Amei seu poema. É maravilhoso.
Parabéns a você e ao Alberto Peyrano e que os dois continuem assim, nos mostrando essas maravilhas.
Beijos
Vyrena

Lílian Maial dijo...

Uma beleza de poema, muito bem traduzido (ficou lindo em castelhano) e um blog muito bem frequentado. Parabéns a ambos!
Beijocas,
Lílian Maial

Simone dijo...

Querido amigo Betinho!
Parabéns pela publicação do lindo poema de Ligia, ela merece esse carinho.Um grande beijo para vocês, fiquem com Deus. Simone

Graciela María dijo...

Qué bello y sentido poema, Ligia... "El corazón partido no disculpa, ni atenúa la culpa, de quien partiendo, su abrazo ha negado"... Como flechas ardientes que desvasta el alma con verdades que duelen mucho... Felicitaciones también a Alberto, por traducirlo y publicarlo.

Anónimo dijo...

Querida Ligia. Agradeço o convite e a oportunidade de conhecer o BLOG do nosso amigo Alberto Peyrano. Mais um excelente trabalho para os amantes da poesia que demonstra o quanto ele se empenhado em divulgar talentos literários. Parabéns por seu lindo poema, meus votos de muito sucesso para Alberto, e igualmente para todos os poetas. Beijos. Antonieta Manzieri

Sueli dijo...

Olá Lígia, ficou lindo em castellano (também!!!!). Parabéns a você e ao Alberto.
com carinho